Por que eu voltei para o Brasil? Porque o Brasil é bom demais!

Olá Pessoal,

Muitas Algumas caixas de cerveja e anti-depressivos depois…here I am again! Muita coisa aconteceu nesses últimos 3 meses! Esse período fica para um outro post…ou livro. Mas novidade é claro, é que mesmo falando que isso não iria mais acontecer, voltei a “trabalhar para alguém”. Mas isso dá também um post bem divertido, porque estou super feliz de trabalhar com as pessoas mais feras do Brasil e estar me desenvolvendo de uma forma acelerada, como nunca vi antes, na Resultados Digitais como consultor de marketing digital!

Hoje estou aqui para responder a pergunta que mais ouvi nos últimos meses! Quando só perguntam eu ainda saio no “lucro”, geralmente ficam indignados e/ou me xingam! Alguns agora acabaram de se identificar! 😉

“Por que tu voltasses para o Brasil?”*
*A pergunta não é feita bem assim porque pouquíssimas pessoas falam “tu voltasses”….mas todo mundo entendeu né!?

Vamos lá! Resposta curta e simples…porque o Brasil é bom demais!!! (Mas eu vou elaborar melhor a resposta, porque a maioria não aceita essa)

Pra começar, vamos por onde todos devem concordar, viajar para a europa é muito bom! E morar lá também é bom demais!

Foram 3 anos na Irlanda! Escrevi sobre minhas experiências em alguns posts aqui!

Mas pesssoal, para concordar com alguns de vocês…de fato…eu não sou “bom da cabeça”…eu já sei disso!

A vida na Irlanda é claro que não foi só flores, e quem esteve/está lá sabe. Uma coisa é o que vai para o Facebook…outra coisa são os chicken-rolls e andar a cidade toda para não pagar pelo ônibus…principalmente no começo….ah…mas depois…viagens…amizades…jogos de rugby…Guinness…é bom demais mesmo!

Então por quê?

Pessoal, a Irlanda é o país dos Irlandeses! E eles se orgulham de serem irlandeses! Eles lutam pela Irlanda, é um dos povos mais caridosos do mundo, um povo divertido! É fácil demais se apaixonar pela Ilha Esmeralda!

Mas eu sempre soube que eu voltaria! Por falta de oportunidades? Oportunidades não me faltaram!

Eu sonhava com a minha volta!

E uma das coisas que começou a me deixar muito chateado lá foi receber brasileiros na escola que falavam que nunca mais queriam voltar para o Brasil! Porque o Brasil era um lixo…país corrupto…que nada dá certo…que não vai pra frente.

Enquanto isso eu não dormia e me arrepiava de ver milhares de pessoas nas ruas do Brasil inteiro, no Planalto, em 2013…como eu desejei estar lá…do lado de quem queria um Brasil melhor e estava lutando por isso.

E foram algumas madrugadas bebendo e discutindo como voltariamos para o Brasil (heim Luis e Diogo?). Como impactariamos positivamente o Brasil?

Eu conheci muita gente boa em Dublin! E começava a me deixar triste ver que quem era bom estava indo embora do Brasil, sem a menor ideia de voltar!

E eu me perguntava, se quem é bom (bom em todos os sentidos, mas principalmente bom de coração) está deixando o Brasil…quem está lá para mudar o nosso país…quem está lá para lutar para que o Brasil seja um país tão bom de morar, de viver, de se orgulhar como tantos outros.

E para alguns…reclamar do Brasil não é suficiente…tem que reclamar de “brasileiro” também! Que brasileiro é tudo malandro, que brasileiro sempre quer levar vantagem em tudo, que temos o nosso “jeitinho brasileiro”.

Pessoal….eu conheci gente do mundo inteiro! Conheci muita gente boa! Boa mesmo! Gente foda! Mas pessoal…o que também é verdade é que eu conheci muita gente ruim! Gente ruim RUIM! Gente do mal! Brasileiros? Também…mas gente do mundo todo!

Sabe o que eu aprendi disso? Uma das principais diferenças entre culturas.

A maioria dos países, dos povos, e posso citar quase a Europa toda, sente orgulho do seu povo, do seu país…e tem gente boa…e tem gente do mal! Igual! Mas eles exaltam as partes boas!

No Brasil não…uma coisa é o “jeitinho brasileiro”, que já falo mais sobre e outra é o nosso maior mal…a “sindrome do viralata”! Sintomas da doença? Reclama de tudo que é do Brasil! Bom mesmo é o que vem de fora, o que está fora, quem é de fora.

Um ditado bem popular é “a grama do vizinho sempre é mais verde”. Para nós brasileiros é mais ou menos assim “a grama dos Estados Unidos e da Europa é de ouro”!

Mas pessoal, para quem não tem “tempo” de ver as nossas coisas boas…deixa eu ajudar!

Eu não só conheci gente do mundo inteiro! Eu trabalhei com gente do mundo inteiro! E eu vou dizer, nós somos um dos povos mais criativos! Mas não é só a minha experiência, eu ouvia isso de startups que queriam contratar designers brasileiros, vendedores brasileiros. E vamos lá pessoal, não é difícil de ver que não temos só grandes esportistas, temos gente boa envolvido em tudo quanto é projeto ao redor do mundo!

E o “jeitinho brasileiro”!? Esse é o nosso maior “dom”! O dom que recebemos de nos adaptar a situações, de estarmos sempre rindo, de estarmos sempre fazendo festa, sempre dançando! De “rebolar” se for preciso para atender/entender alguém de fora (mesmo que seja Argentino! Hehehehe)…espera isso deles…vai…espera ser bem atendido se tu não falas inglês, francês ou espanhol!

E eu ouvi falar do “jeitinho brasileiro” como poucos devem ter ouvido…em uma reunião da JCI Dublin, logo após a nossa Convenção Nacional, o nosso Presidente estava passando as novidades…e falou para todos que o prêmio de “membro mais destacado da JCI Irlanda” quem ganhou fui eu. E nessa hora ele fala algo como: “o Thaynan é assim, como vocês sabem, envolvido em tudo, sempre disposto a ajudar, MAS eu não sei se esse é o jeito dele, ou simplesmente porque esse é o jeito brasileiro de ser”! PESSOAL! Vocês leram isso? Eu nunca me senti tão bem em “não me sentir tão especial” e ser “comparado a outras 200 milhões de pessoas. Me orgulho demais de ser brasileiro! Ah…e no ano seguinte…quem foi o membro mais destacado? Uma brasileira! (Tem gente agora achando que só tem brasileiro na JCI Irlanda….mas não…na época não tinha mais que 4!)

Brasil

Pessoal…mas vamos lá…por que eu voltei? Porque eu quero me juntar aos que estão lutando para fazer do Brasil um país melhor! Aos que estão se voluntariando a fazer do Brasil um país melhor! Aos que não apenas cumprem seu horário das 9 as 5, aos que acham que seu papel é mais do que pagar imposto e cobrar por resultados no Facebook.

E por isso eu estou feliz! Feliz de estar de volta, de estar conhecendo essas pessoas, brasileiros que nunca foram, brasileiros que foram, viram que de fato temos que nos desenvolver e que voltaram, e até brasileiros que foram, não voltaram, mas não esqueceram o Brasil e estão lutando de lá!

Por fim pessoal, para aqueles que querem fazer acontecer, vamos conversar e nos juntar! Tem muita gente boa aqui! Muita organização boa lutando pelo nosso país! Varios eventos onde podemos nos conhecer!

Mesmo para aqueles que querem ir embora, vamos conversar também, ter ido para a Irlanda foi umas das melhores coisas da minha vida e entre várias coisas, me ajudou a ver como o Brasil era bom demais (e Florianópolis melhor ainda…não podia deixar passar essa)! Eu posso ajudar vocês a irem para (praticamente) onde quiserem…mas eu recomendo a Irlanda!

Pessoal, aqui eu acho que só não tem espaço para quem quer ficar no facebook reclamando do Brasil! Reclamar é bom, compartilhar informação é bom, debater no facebook é ótimo! É bom fazer isso tudo…mas melhor ainda é além disso agir! Trabalhar para fazer acontecer!

PS: E nem tenho que dizer que o Jack é apaixonado pelo Brasil e pela Irlanda né!?
Jack Brasil

Jack Irlanda

Thaynan Mariano Foto
Linkedin ThaynanTwitter thaynanmariano

Leave Comment